Há anos o futebol americano é o principal esporte dos Estados Unidos da América. A NFL, National Football League, é a excelência e principal liga que há anos implantaram um padrão de entretenimento, competitividade e paixão que tornou possível ao esporte chegar ao patamar que hoje ocupa por todo globo terrestre. Modelo em gestão de negócios, organização de espetáculos e momentos únicos, abaixo listei alguns dos muitos motivos para que você comece a assistir a um dos esportes que mais cresceu no Brasil nos últimos anos.

1. Centenária, mas nada velha.
Sim! Centenária! Como vimos, a NFL é tida como a principal liga do futebol americano. Ela é, comparando com nosso esporte mais famoso, a “primeira divisão” dos Estados Unidos. E sim, no último ano, a NFL celebrou 100 temporadas de atuação. Por estar atuando há tanto tempo, a liga conta com grandes acertos e grandes falhas em sua história, o que permitiu alcançar hoje um padrão de excelência tido como modelo para diversos eventos mundiais. O Superbowl, que nada mais é que a partida entre os finalistas do campeonato (falaremos dele com mais calma futuramente) é o evento do ano dos esportes americanos, além de historicamente possuir o maior índice de audiência da tv americana em todo ano. Além disso, a liga possui um sistema que estimula a competitividade entre as equipes todos os anos, realiza jogos em países diferentes com cada vez mais frequência, fornece ótimas opções de transmissão para seus espectadores. Com isso, a NFL mistura ingredientes de experiência e inovação, tornando assim o futebol um esporte tradicional e ao mesmo tempo, em cada temporada, um pouco diferente.

2. Teste para cardíaco: emocionante!
O milagre de Miami, a recepção miraculosa, o milagre de Aaron Rodgers, o milagre de Mineappolis. A sensacional virada do New England Patriots, na prorrogação, comandado por Tom Brady, para virar um jogo contra o Atlanta Falcons e se tornarem campeões. Esses são apenas alguns dos momentos icônicos que o futebol americano tem proporcionado aos seus fãs na última década. Times fortes, jogadores sensacionais, um esporte totalmente equilibrado e organizado e, adicionando uma pitada de drama, cada jogo na NFL pode ser um verdadeiro teste para cardíaco até aos mais desconhecidos sobre o esporte. Cada jogada é importante, cada esforço é necessário e em um piscar de olhos você pode perder algo que será lembrado por anos. Atualmente, somos abençoados com uma era repleta de jogadores prolíficos. Tom Brady, possivelmente conhecido por você como marido da nossa brasileira Gisele Bündchen, é o jogador que representa isso da melhor forma, sendo considerado o maior jogador de todos tempos. Patrick Mahomes é o nome do momento, tido como o melhor jogador atualmente e cotado para se tornar uma lenda se mantiver seus números. Lamar Jackson, Aaron Rodgers, Drew Brees, Aaron Donald, Michael Thomas, Rob Gronkoswki. Todos esses jogadores estão em atividade e são sinônimos de espetáculo.

3. Um dos esportes que mais cresce no Brasil.
Impulsionado com uma maior acessibilidade da população brasileira em contratar tv’s por assinatura, o futebol americano passou a ser assistido com mais facilidade no país do futebol. Possuindo regularmente transmissões no canal ESPN, além de disponibilizar uma transmissão de qualidade pela internet por meio de seu programa de assinatura, a NFL e a ESPN faz com que o futebol americano cresça a cada ano no Brasil. Mais notícias em programas de esportes em tv aberta, diversos sites, blogs e podcasts falando sobre o assunto e, além disso, a crescente das redes sociais. Tudo isso contribuiu para o Boom que hoje é o futebol americano. Um dado reflete muito bem tal fenômeno: entre os anos de 2013 e 2016, o futebol americano teve um crescimento de 800% em sua audiência, segundo a própria ESPN. Cada vez mais é possível ver em lugares públicos, pessoas usando algum traje de algum dos times do futebol americano, assim como praticantes do esporte. O que nos leva diretamente ao nosso próximo motivo!

4. Não apenas veja, pratique!
Há 10 anos atrás talvez isto não fosse possível. Mas, felizmente, hoje passou a ser. Homens e mulheres, das mais variadas idades, lugares e costumes. Todos são convidados a tornarem-se praticantes do esporte da bola oval. Com a popularização descrita anteriormente, os números de praticantes de futebol americano cresceu consideravelmente. O que também aumentou foi a disponibilidade de produtos oficiais e também a criação de diversos times pelo Brasil, além da fundação da Confederação Brasileira de Futebol Americano, órgão que organiza o campeonato brasileiro de futebol americano, principal competição no cenário brasileiro do esporte. Hoje em dia é muito fácil adquirir uma bola de futebol americano, levá-la para algum lugar aberto e praticar o esporte com alguns amigos. E indo para o lado mais profissional, até mesmo alguns times tradicionais do futebol “brasileiro” contam atualmente com times inscritos na competição: Flamengo Imperadores, Corinthians Steamrollers, Vasco Almirantes, Galo FA são exemplos desse feito. E a cada dia, times em bairros vão se formando, como exemplo na zona oeste do Rio de Janeiro. Em Campo Grande, o Campo Grande Orcs realiza suas atividades. Em Sepetiba, os Captains treinam semanalmente e em Bangu, o Blaze Futebol Americano é o mais tradicional time pelas redondezas, possuindo uma estrutura digna de um bom time.

5. Utilize o esporte para aprender/aprimorar seu inglês
Entrevistas, textos, termos e transmissões. Esses são apenas alguns dos aspectos que permitem ao espectador a aprender ou aprimorar seu inglês de uma maneira mais dinâmica e não tão maçante quanto as tradicionais aulas de classe. Depois de um punhado de jogos, você já vai estar acostumado com termos como Fumble, Safety, Sack, Pick Six e o já conhecido Touchdown. Além disso, para os mais avançados, a possibilidade de assistir aos jogos com a narração americana é uma grande oportunidade para aprimorar seus ouvidos e entendimento da língua do Tio Sam.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:

Pular para a barra de ferramentas