Como já diz o nosso Chico Pinheiro: “Graças a Deus hoje é Sexta-feira!”, dia oficial do happy hour com amigos para degustarmos a nossa querida cerveja. Mas de uma maneira diferente, que podemos fazer sem perder a graça.

Mas com o aumento do conhecimento sobre o mundo cervejeiro, sempre olhamos (vai dizer que nunca deu aquela olhadinha?) para o lado e visualizamos uma pessoa sentindo o aroma, observando a cor da cerveja pelo copo, e com certeza já paramos e nos perguntamos: – “O que ele está fazendo?” .

Então hoje vou tentar explicar um pouco sobre esses segredos para apreciar a sua próxima cerveja, pois a aparência visual desperta o nosso desejo de experimentação. Seja ele com copo, cor, espuma e transparência, e depois vem o nosso paladar que é onde conseguimos sentir o prazer de cada gole.

 Cor

A cor é ligada diretamente ao estilo da cerveja. Ela revela o tipo de malte utilizado e seu grau de torrefação. A Pilsen tem a coloração amarelo-dourada por ser feita com o malte de cevada, a Weiss tem a coloração amarelo mais escura por ser feita do malte de trigo e Dunkel tem a coloração escura por ser feita de malte torrado. Para quem fizer uma análise mais profissional, há as escalas EBC (européia) e SEM (americana), que atribuem valores menores às cervejas mais claras e maiores às cervejas mais escuras. Confira a tabela:

A espuma é formada por componentes do lúpulo, proteínas e açúcares e dá à bebida um aroma especial.  Ela ajuda manter a temperatura do líquido no copo e também a evitar o contato do chopp ou cerveja com o ar, minimizando a sua oxidação, que leva à formação de aromas indesejáveis. Quem abre mão dela, também está abrindo mão de avaliar a saúde da bebida. A cerveja que não faz espuma pode estar com algum problema de carbonatação, contaminação ou prazo de validade. E quanto ao desperdício, não se preocupe: segundo especialistas, 70% da espuma volta ao estado líquido.

Transparência

A transparência do líquido completa o exame visual da cerveja. Entretanto a transparência não tem relação direta e exclusiva com a cor. Existem cervejas claras límpidas e claras, porém turvas. A Edelbrau Weiss, por exemplo, é clara e turva por não ser filtrada e a Edelbrau Pilsen também é clara, porém é mais límpida justamente por ser filtrada.

Paladar

O paladar é o nosso sensor químico. Aliado ao olfato, que detecta os odores e substâncias químicas da cerveja, o paladar envia as informações ao nosso cérebro que as interpreta e define o sabor que a cerveja tem para cada um. O item principal para avaliar a personalidade  da cerveja, que é definido pelo paladar, é o amargor. Essa sensação provém da escolha do lúpulo para cada estilo. É importante que a cerveja mantenha um equilíbrio: quanto mais intenso for o sabor maltado, que é doce, maior será a quantidade de lúpulo para balancear e provocar o amargor.

Agora chegou a sua vez de aproveitar essas dicas e ir degustar sua cerveja.

Ou então aproveite as diversas promoções dos supermercados e sites, indique para os amigos reúna-os em algum aplicativo, batam papo, degustem as cervejas e aproveitem o momento.

Se for beber não dirija, me chame.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: