Você ja parou pra pensar como eram os homens que viviam há milhares de anos? Certamente eram pessoas muito diferentes de nós, tanto na forma física, como na cultura, nos modos de se vestir, e até mesmo nos traços da face, mas imagine, como seria aparência humana daqui a 100 anos?

Como seres adaptáveis, vivemos suscetíveis mudanças as quais fazem com que os hábitos da vida moderna sobreponha as reais necessidades de todo ser humano, fator que tem ocasionado mudanças de longo prazo muito diferentes das que vivíamos no passado. Mas e se na geração de nossos filhos tivéssemos uma forma muito estranha, como seríamos?

Para responder esta questão precisamos pensar no passado e observar o nosso presente. É notório perceber, com base nas mudanças que sofremos ao longo dos séculos, aspectos ósseos e orgânicos atuais muito diferentes dos que tivemos na antiguidade.

Seja para o bem ou para o mal, nossas vidas estão em constante mudança, e dentro do estilo de vida que experimentamos hoje, percebe-se uma corrida pelo novo, e um desespero assustador por coisas rápidas que facilitem nossa rotina tornando-se cada vez mais agradável ao nossos olhos.

Mas como seria o homem do próximo século?
Alguns podem até conjecturar pessoas com um penteado novo, roupa estilosa, ou quem sabe uma aparência mais jovial devido as inovações da indústria da beleza.

Seguramente estaremos em meio a uma modernidade muito mais avançada, e este desenvolvimento que constantemente nos cerca pode sim nos dar uma pista científica sobre o assunto em questão.

Essa foi a conclusão que chegou a empresa canadense Maple Holistcs, através de um modelo científico que supostamente revelaria a aparência do homem no próximo século.

Para este estudo foram levados em consideração fatores atípicos do cotidiano humano presente para obter a prospecção de uma realidade futura.

Segundo a pesquisa realizada pela Maple Holistcs, para surpresa de muitos, as características dos seres humanos seriam assustadoras devido as consequências graves relacionadas aos maus hábitos provenientes da modernidade tecnológica.

Os estudos relatam que ao longo do tempo, a grande exposição aos telefones celulares nos daria um aumento considerável na espessura do crânio como medida de proteção às radiações, modificação na estrutura óssea das mãos por segurar demasiadamente os aparelhos, e nas pálpebras que também seriam afetadas com uma coloração transparente, adaptação que protegeria os olhos contra a constante luz projetada pelos smartphones.

O pior de tudo é que os estudos garantem que o cérebro humano reduziria muito por conta do desenvolvimento de uma vida sedentária, fator que impactaria o estilo de vida do homem do futuro e causaria uma aparência muito estranha no aspecto físico da humanidade.

Bom, seja como for, isso é um fato a se pensar. Revisar nossos conceitos e hábitos do cotidiano é sempre bom e saudável. Se a pesquisa tiver razão, quem sabe poderemos reduzir um pouco o impacto disto se juntos nos dedicarmos a uma vida mais salutar, longe de tanta tecnologia e regrada em exercícios físicos e boa alimentação.

Fonte:
https://www.mapleholistics.com

 https://m.excelsior.com.mx/global/asi-podria-ser-el-escalofriante-aspecto-de-los-humanos-en-2100/1323711

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: